Fundos

DRT - Documentos Resistência Timorense - Konis Santana (Em tratamento)

Encontrava-se guardado no seu abrigo em Mirtutu, Ermera, ao cuidado dos donos, Caetano e Isabel Ximenes, em três baús, uma mala e um saco de cabedal. Além dos documentos em papel e livros, havia um conjunto de cassetes áudio, vídeos e objectos pessoais. A grande maioria dos documentos em papel encontrava-se muito deteriorada pela humidade e coberta de fungos. Os documentos foram transferidos para uma casa em Komoro em finais de Fevereiro de 2002, à responsabilidade de J. Mattoso. Este começou a limpar e arrumar o fundo em Março seguinte, em colaboração com pessoal da Fundação Mário Soares. Depois, foi transferido para a Associação de Veteranos em Taibesse, em Julho de 2002, aí prosseguindo a respectiva ordenação, com ajuda de Álvaro da Costa. Os documentos foram distribuídos da seguinte maneira: Pastas 1 a 4: saco de cabedal Pastas 5 a 12: baú vermelho Pastas 13 e 14: baú verde Pastas 15 a 18: baú de madeira Pastas 19 e 20: mala azul Pastas 31 a 33: livros impressos, instruções da guerrilha, recibos e objectos pessoais. Os documentos que ficaram classificados com os números 10.1 a 10.41 estavam numa pasta especial (imitação de cabedal). Do seu conteúdo deduz-se que se tratava de documentos especialmente sensíveis, mas que posteriormente lhe foram adicionados outros documentos de menor importância, sem qualquer critério lógico. Os restantes documentos não estavam quase nunca agrupados em conjuntos. Os conjuntos encontrados ficaram, porém, registados no ficheiro informático.

Lista de Fundos

Voltar