Fundos

DRT - Documentos Resistência Timorense - TAPOL (Em tratamento)

O fundo da TAPOL, que foi cedido para tratamento por Liem Soei Liong e Carmel Budiardjo, através do Prof. Barbedo de Magalhães, é constituído por documentação diversa e por fotografias. A documentação produzida no interior do território de Timor-Leste é pouco significativa no conjunto geral, predominando aquela referente à actuação das organizações de solidariedade na causa do Povo de Timor-Leste, com especial incidência na TAPOL, bem como de organizações internacionais. A documentação indonésia também assume alguma relevância no conjunto, especialmente a que se refere à actuação do regime de Soeharto e à sua queda, bem como numerosos recortes de imprensa, em que avulta a imprensa indonésia e do sudoeste asiático. Os documentos encontravam-se arquivados em dossiers, que, de uma forma geral, seguiam uma ordenação cronológica e temática. Parte significativa do conjunto é constituída por fotocópias, em grande parte com problemas de legibilidade. A documentação reunida pela TAPOL foi produzida, na sua maioria, nos anos 90 e até ao referendo, embora existam documentos anteriores, designadamente oriundos da Resistência Timorense. O conjunto de fotografias, quase todas a cores e organizadas em álbuns, é constituído por mais de 1.100 espécies, predominando as referentes às actividades das organizações de solidariedade realizadas nos anos 90, especialmente aquelas em que se registou intervenção directa da TAPOL. Esta documentação gráfica e fotográfica assume a maior importância na própria contextualização dos apoios internacionais à Resistência Timorense, com a particularidade de envolver indonésios que lutavam pelos Direitos Humanos no seu país e contra a ditadura aí instalada. A sua integração prevista no Arquivo da Resistência Timorense é, assim, um elemento importante para a compreensão de muitos acontecimentos que a marcaram internacionalmente.

Lista de Fundos

Voltar