Medalhas

No âmbito da Lei do “Estatuto dos Combatentes da Libertação Nacional”, Lei N° 3/2006, de 12 e Abril, o Estado de Timor-Leste assume como sua responsabilidade o reconhecimento e a valorização do contributo dos que lutaram pela independência nacional, estabelecendo a condecoração dos Combatentes da Libertação Nacional e as respectivas Ordens e Graus.

Subsequentemente, novas condecorações foram sendo criadas, nomeadamente a destinada a Membros do Clero, jovens vítimas do Massacre de 12 de Novembro e Nacionais e Estrangeiros que contribuíram significativamente para o país, para os timorenses e Humanidade.

Voltar